Vai colocar silicone nos seios? Saiba mais sobre Mamoplastia

Basta olhar no espelho para logo encontramos em nosso corpo algo que não nos agrada. Seja o nariz que gostaríamos de diminuir, o rosto que queremos afinar ou até mesmo um pequeno procedimento estético para tirar sinais da idade. Enfim, não importa o motivo muitas pessoas já pensaram em fazer algum procedimento estético, em especial cirurgia plástica.

Silicone nos seios – uma das cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil

Com os avanços tecnológicos na área médica, hoje podemos realizar vários intervenções estéticas e cirúrgicas, podemos, perder aquelas gorduras localizadas que teimam em não sair. Além disso, rejuvenescer alguns anos.

O Brasil ocupa hoje o 1° lugar no ranking mundial de países que realizam cirurgia plástica. Antes este lugar era ocupado pelos Estados Unidos. De acordo com dados do (ISAPS) Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética. Para se ter uma ideia dos 19 tipos de cirurgias pesquisadas, o Brasil lidera pelo menos dez.

Algumas pesquisas mostram que mais de 87% das pessoas que aderem ao bisturi são mulheres,. Os homens embora em menor número estão cada vez mais se interessando em fazer este tipo de procedimento.

Dos tipos de cirurgias analisadas podemos destacar a Lipoaspiração, implante capilar e a colocação de próteses nos seios.

Uma das cirurgias plásticas mais comuns no Brasil é a Mamoplastia de aumento. Que é a s colocação de próteses nos seios, mais conhecido como silicone. Este tipo de intervenção cirúrgica, teve seu auge a alguns anos atrás, porém, aos poucos está voltando.

Então, se você está pensando em colocar próteses mamárias confira algumas dicas.

Dicas para quem deseja colocar próteses mamárias

aumento dos seios MamoplastiaAntes de mais nada é fundamental que você entre em contato com pessoas que já fizeram a cirurgia, amigas, colegas de trabalho, familiares. Quanto mais pessoas você falar sobre o assunto melhor. Pergunte sobre o pré-operatório e pós operatório e alguns profissionais e Clínicas.

É muito importante que você tenha em mente que este tipo de procedimento vai levar em conta o seu biótipo. Então é sempre bom ouvir o seu cirurgião, principalmente quando o assunto for os tamanhos das próteses.

Esteja pronta,  saiba que embora se trata de uma transformação física, é preciso que se tenha um bom preparo psicológico.

Cuidado com as clínicas que cobram barato, e médicos sem especialização.

Outro fator que você deve levar em consideração na hora de colocar o silicone é a escolha da clínica. Muitas clínicas espalhadas pelo Brasil e até em países vizinhos como a Bolívia cobram barato pelo procedimento. Porém não são certificadas pela Sociedade de Cirurgia Plástica de ambos os países.

A escolha do profissional médico a realizar a cirurgia também é fundamental. O  portal da Sociedade Brasileira de cirurgia plástica possui uma lista de profissionais aptos a fazerem este procedimento. Além disso, você pode buscar em sites do segmento da saúde e verificar junto ao CMF – Conselho Federal de Medicina se o médico realmente possui essa especialidade.

Muitos hospitais não estão preparados para fazer a cirurgia, não possuem recursos necessários para o procedimento. Portanto, não estão prontos para atender o paciente caso haja alguma complicação. Pesquise sobre a idoneidade da clínica e do cirurgião em site especializados como o da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Siga todos os passos do Pró é e Pós operatório

Embora um dos exames fundamentais para a cirurgia, seja a mamografia que irá verificar se há nódulos no seio ou qualquer outro fator que faça com que a colocação de silicone não seja possível, é muito importante fazer os demais exames pedidos pelo médico como o eletrocardiograma e exame de sangue.

Durante o pós operatório é importante seguir à risca todas as prescrições médicas e informar ao seu médico qualquer alteração fora do normal, ok!

Beleza

Uma das cirurgias plásticas mais comuns no Brasil é a Mamoplastia de aumento, que a s colocação de próteses nos seios, mais conhecido como silicone.