O mercado disponibiliza diversos produtos que podem ajudar a cuidar de seu cabelo, oferecendo todos os nutrientes necessários para que o mesmo recomponha-se dos danos diários e possa crescer com brilho e maciez, visando melhorar a aparência da mulher.

Fórmulas capilares para hidratar e recuperar o seu cabelo que nem sempre dão certo

Em experimentos, o público feminino arrisca-se em utilizar produtos fora do comum para a aplicação nos fios, com a esperança de obter resultados mais rápidos e eficazes, podendo tornar-se as piores fórmulas capilares para seu cabelo.

1. Shampo Bomba

Para as mulheres que desejam que seus cabelos cresçam rapidamente, com todos os nutrientes necessários, acelerando o processo natural dos fios, o shampoo bomba é um dos mais utilizados. Sendo a mistura de Monovin A (que é um produto destinado aos cavalos), Bepantol (creme hidratante para bebês) e shampoo sem sal.

Colocando uma quantidade específica de cada composição para a aplicação diária ou intercalada durante o banho. O shampoo bomba pode ser considerado uma das piores fórmulas capilares para seu cabelo devido às desvantagens que traz ao estado dos fios. Diminuindo a resistência das madeixas e podendo criar severas quedas de cabelo constantemente. Além de aumentar a oleosidade com a produção de sebo excessivo no couro cabeludo, principalmente gerado pelo Bepantol e pelo efeito gorduroso do Monovin A.

Fórmulas capilares para hidratar e recuperar o seu cabelo que nem sempre dão certo

2. Spray de Sal Marinho

A praia e o verão passaram, porém muitas mulheres ainda desejam conquistar o efeito desleixado para os cabelos, com os fios levemente ressecados e ondulados para dar o efeito de uma das melhores estações do ano. Utilizando para isto o spray de sal marinho que é nada menos que a composição de água com sal ou até mesmo água de mar.

É considerada uma das piores fórmulas capilares para seu cabelo devido aos riscos que traz ao couro cabeludo. Pois a aplicação diária de sal aos fios faz com que os mesmos fiquem ressecados e desidratados, com resíduos constantes que podem afetar diretamente a raiz dos fios. Causando caspas, irritações e constantes quedas. É possível utilizá-lo ocasionalmente, porém sempre lavando os fios com shampoo antirresíduos posteriormente.

3. Shampoo de Amido de Milho

O shampo a seco formulado com amido de milho é normalmente utilizado pelas mulheres que possuem cabelos muito oleosos. E desejam diminuir de alguma forma a produção de sebo no couro cabeludo, apostando em um shampoo a seco caseiro.

Há diversos danos que podem ser causados pelo uso do shampoo de amido de milho. Um deles é a irritação que poderá causar diretamente ao couro cabeludo. Sem os nutrientes necessários para remover a oleosidade e com o acúmulo de bactérias que podem proliferar-se devido aos resíduos depositados diretamente na raiz dos fios. Como resultado, é possível que o uso da fórmula cause inflamação, descamação da pele do couro cabeludo e até mesmo constantes quedas de cabelo.

4. Gel Modelador de Gelatina

A gelatina é muito utilizada para tratamentos capilares diversos. Enquadrando-se como uma das fórmulas mais nutritivas disponíveis para a aplicação nos fios. E que pode auxiliar com a produção de colágeno, ou seja, oferecendo mais elasticidade às madeixas. Para que as mesmas consigam adaptar-se aos novos processos e melhor receber os tratamentos posteriores.

O principal problema do gel modelador de gelatina é que, quando a fórmula é aplicada diretamente nos fios, os mesmos não possuem a capacidade de absorção das substâncias.

O que poderá causar o acúmulo no couro cabeludo. Tornando-se uma ótima fonte para a proliferação de bactérias e fungos que estão presentes na raiz dos fios, enfraquecendo-os e causando problemas com queda.

5. Loção Antiqueda

Uma das piores fórmulas capilares para seu cabelo é a loção antiqueda. Principalmente aquelas que possuem composições divulgadas nas redes e mídias sociais. Com diferentes receitas que acusam benefícios e resultados extraordinários para os cabelos. As principais misturas realizadas envolvem plantas medicinais com ações anti-inflamatórias, álcool, dentre outras, visando cessar ou prevenir problemas de queda.

A composição, principalmente de acordo com a planta utilizada e níveis de álcool, poderá causar sérios problemas ao couro cabeludo. Que poderá sofrer com irritações, inflamações e dermatite. Principalmente quando a mulher utiliza a substância e, logo após, caminha pelo sol. Com o contato do álcool e anti-inflamatório com os raios ultravioletas, até mesmo gerando queimaduras graves.